domingo, 4 de setembro de 2011



Não vivo eu, mas Cristo vive em mim

Uma frase que resume a vida de um cristão é essa “não vivo mais eu, mas Cristo vive em mim” (Apóstolo Paulo em sua carta aos Gálatas GAL.2:20). Há quase um mês estou tentando trazê-la para minha vida. Descobri que aplicar esse conceito no meu cotidiano não tem sido fácil, em diversas situações tive que deixar de agir da forma que “eu mesmo” reagiria (isso é bom mas não é simples nos acostumarmos com essa ideia). Outra coisa interessante foi que pessoas se distanciaram, simplesmente “se esqueceram de mim”, o resultado disso foi meu crescimento espiritual e o meu desprendimento dessas pessoas.
Viver como Cristo viveria não é uma tarefa que possa ser feita de uma hora para outra, a cada dia estou aprendendo “na prática” o que é ser “levado para o matadouro” e odiado até pelos que se diziam meus amigos. Deus está me proporcionando oportunidades únicas para compartilhar o evangelho. Ontem mesmo ao voltar do Curso de Administração, estive conversando com um amigo sobre Deus e sua graça. A conversa chegou num ponto tão importante que, quando percebi, eu havia resumido praticamente metade da Bíblia em poucos minutos. Meu amigo que tinha um “pré-conceito” sobre os cristãos percebeu que servir a Deus não está relacionado a dogmas, ou leis de homens que dizem o que pode e o que não pode, mas em um relacionamento de amor que Jesus tem por todos nós.
Você precisa se perder a cada momento e em troca disso, encontrar a Deus cada vez mais. Quanto mais diminuimos, mais Deus cresce em nós “É necessário que ele cresça e que eu diminua.” João 3:30

Nenhum comentário:

Postar um comentário